Prefeito de Gastão Vidigal avalia 2015

Prefeito de Gastão Vidigal avalia 2015

Ney Castilho

Apesar das grandes dificuldades encontradas, o prefeito de Gastão Vidigal, Ney Castilho, acredita ter cumprido sua missão. Ele também entende que se não tivesse sido afetado pela crise, teria mais recursos disponíveis para investir no município. Sua principal meta agora é trabalhar muito para entrega das 89 moradias da CDHU, que estão em construção. Para as eleições de 2016, espera que venha alguém que goste de sua cidade e que o próximo prefeito faça mais que ele.

Jornal A Voz do Povo: Como o senhor avalia este ano de governo?
Ney Castilho:
Digo ter sido um ano abençoado, pois apesar de tantas dificuldades que enfrentamos, estamos fechando o ano com muita paz e saúde, também convicto de ter cumprido nossa missão, claro que poderia ser bem melhor mais nem tudo é como queremos, portanto, o que tenho é agradecer a Deus, meus companheiros que lutaram junto a mim, meus familiares, e dizer que aquilo que não conquistamos neste ano, será objeto de conquista no ano que se aproxima.

Jornal A Voz do Povo: As constantes denúncias no governo federal aliada a crise econômica afetaram de que modo a sua administração?
Ney Castilho:
Estamos distantes do governo federal, porém ligado ao mesmo, e de forma indireta isso afeta nossa administração, pois somos uma corrente, os reflexos dos cortes feitos pelo governo federal chega até o município, principalmente em nosso caso que dependemos exclusivamente dos repasses do FPM, porém se isso não ocorre tínhamos muito mais recursos para investir no município, proporcionando melhor qualidade de vida a nossa população.

Jornal A Voz do Povo: Estaremos iniciando o último ano do atual mandato, em seu município há muitas obras em andamento? Em sua opinião, há tempo hábil para entrega de todas?
Ney Castilho:
Sim, estamos partindo para reta final, com muita fé e confiança, porém são poucas as obras em andamento, temos pra dar início: 8.000m² de recape, a reforma do CCI e também reforma da Casa da Agricultura, mas o que estamos trabalhando com afinco para conseguir entregar são as 89 casas que estão sendo construídas, que por sinal hoje a construção está em ritmo lento visto a falta de recursos no CDHU, porém acreditamos que no próximo ano mude este cenário para que consigamos entregar este sonho nosso e de mais 89 famílias vidigalenses.

Jornal A Voz do Povo: Quanto as eleições que acontecerão em 2016, qual sua posição?
Ney Castilho:
Quanto as eleições, ainda não quero manifestar, pois sei que a época é difícil para estar pensando em eleição, mas o que quero é que venha alguém que goste de nossa cidade, com vontade trabalhar, para dar continuidade naquilo que estamos fazendo e como sempre prego quero que o próximo prefeito faça mais do que fiz, para que nossa cidade cresça e desta forma possamos dar uma vida digna a nossa população.

Jornal A Voz do Povo: Considerações finais...
Ney Castilho:
Para finalizar, quero pedir a Deus que me de força para encerrar o meu mandato, sempre trabalhando para o bem-estar dos vidigalense e deixar o meu abraço fraterno a toda população em especial a minha família, a minha equipe, a todos servidores municipais, desejando um natal com paz, alegria, saúde e muita fartura na mesa e que o ano que se inicia seja repleto de realizações e que Cristo reine no coração de cada um. Feliz Natal, Feliz Ano Novo, estamos juntos para brindar o ano que se aproxima, e lembre-se: “Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado”.